Foi aqui, nesta cidade que tudo começou. Decorria o mês de Março de 1972 quando, no Regimento de Cavalaria 3, nasceu o Batalhão de Cavalaria 3888 do qual a Companhia de Cavalaria 3559 fazia parte. É dela que vamos falar.
Venham connosco...

Campo Militar de Santa Margarida
I.A.O.

Instrução de Aperfeiçoamento Militar


 Após a apresentação em Santa Margarida e sem data marcada para embarque iniciou-se o I.A.O..
O destino do batalhão era Cabo Delgado uma das províncias de Moçambique e aquela onde a luta armada era mais acesa. A C. CAV. 3559 ía mais especìficamente para ANTADORA e aí iria cumprir uma parte do seu serviço na guerra colonial.
 Nesse campo, onde eram treinadas quase todas as companhias, iríamos ter treino específico de adaptação e combate em condições semelhantes àquelas que encontraríamos em África.
 Permanecemos em Santa Margarida cerca de três meses muito duros, pois as condições do campo militar eram péssimas, e isso compreendia-se já que a adaptação tinha que ser o mais real possível.
 A 25 de Maio de 1972 foi celebrada a cerimónia de despedida, benção dos guiões e a respectiva entrega ao batalhão. Presidiu à cerimónia o Comandante da Região Militar de Tomar, Exmo. General Bastos Machado.
 Entretanto a data de embarque foi marcada para 8 de Julho. Depois de recebermos o fardamento que iríamos levar, deram-nos 10 dias de licença para nos despedirmos dos nossos familiares e amigos. Findo este tempo, regressámos a Santa Margarida para no dia 8 de Julho viajarmos de autocarro para Lisboa, com destino ao aeroporto militar de Figo Maduro e aí embarcarmos pelas 23 horas num dos aviões da "T.A.M." Transporte Aéreo Militar para Moçambique.

Actualizado em 15 de Janeiro de 2018 ✉ ccav3559@hotmail.com